N. 19 – Belém/PA - Novembro/Dezembro - 2014

A Presença da Mulher na Marinha Mercante do Brasil

Fonte: http://www.mais.uol.com.br

Denise Machado Cardoso


Geisa Costa Coelho, mestranda em Antropologia do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da UFPA, desenvolve pesquisa inédita sobre a presença da mulher na Marinha Mercante do Brasil. Em seus estudos, aborda questões relativas à inserção da mulher nas escolas de formação (CIABA e CIAGA) e nas embarcações,  atuando como profissionais.

Segundo dados de investigação de Geisa Coelho, há indicações de que “apesar das adversidades do trabalho marítimo e dos riscos, as mulheres estão conseguindo ascender ao topo da profissão, demonstrando que possuem competência e liderança para o exercício dessa atividade”.

De acordo com a análise do IBGE (2008), está havendo uma quebra de tabus em segmentos que antes não empregavam mulheres. Outro fato que favoreceu essa abertura foi o aquecimento econômico na área, gerado pela descoberta de reservas de petróleo, que reacendeu o setor marítimo, provocando a necessidade de renovação das frotas, a construção de novas e mais modernas embarcações de apoio marítimo, além da crescente necessidade de investimento em mão de obra qualificada, para atender a demanda de exploração de petróleo, dando embasamento à abertura para a participação das mulheres no setor.

Além disso, a pesquisa indica que atualmente existem outras várias mulheres comandantes em diferentes embarcações e há também mulheres à frente da praça de máquinas do navio (espaço ainda mais discriminado pela insalubridade e possibilidade de uso de força física). Mas, apesar do estranhamento inicial quanto à participação feminina, nota-se que,  paulatinamente, isso está sendo ultrapassado, embora ainda haja muito a ser superado em relação à discriminação.

Denise Machado Cardoso é Doutora em Desenvolvimento Socioambiental e pesquisadora associada do GEPEM.