N. 19 – Belém/PA - Novembro/Dezembro - 2014

Cristina Bruschini: mulher e trabalho

Maria Ângela D’Incao


Pesquisadora da Fundação Carlos Chagas, Cristina Bruschini, como gostava de ser chamada, estará sempre ligada aos estudos e conhecimento da importância do trabalho da mulher no Brasil. Em 27 de janeiro deste ano, nos deixou depois de uma luta enorme pela vida.

Graduada em Sociologia (Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo) e com Mestrado e Doutorado em Sociologia (USP), dedicou-se à pesquisa da questão da mulher no mercado de trabalho brasileiro, produzindo, neste sentido, trabalho e obra importantes para os estudos de gênero, reconhecidos no Brasil e no exterior. Entre esse inestimável legado, estão:Vivência, História Sexualidade e Imagens Femininas; Entre a Virtude e o Pecado (Versão brasileira do livro “Les Nouvelles frontières de l'inégalité – Hommes et femmes sur le marche”); Sexualização das Ocupações: o caso brasileiro; Mulher, Casa e Família: cotidiano nas camadas médias paulistanas.

Além disso, coordenou durante muitos anos o Programa de Dotações para Pesquisa sobre Mulheres e Relações de Gênero. Foi parecerista de inúmeras revistas sobre Mulher e também de instituições científicas, como o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, a Associação Brasileira de Estudos de População (Abep), a Fundação de Amparo à Pesquisa dos Estados de São Paulo, Rio Grande do Sul e Alagoas. Era membro do Comitê Consultivo da Associação de Apoio Ao Programa Comunidade Solidária e do Conselho Consultivo de outras associações e comitês nacionais e internacionais.

Ficam seus trabalhos escritos e a lembrança de sua pessoa e de sua luta que é a nossa luta. Costuma-se dizer que enquanto houver quem pense sobre alguém que partiu deste mundo, esse alguém estará entre nós!  Cristina Bruschini estará muito tempo entre nós pela sua obra e trabalho!

Maria Ângela D’Incao é socióloga e pesquisadora associada do GEPEM. Fonte das imagens: http//2.bp.blogspot.com