N. 19 – Belém/PA - Novembro/Dezembro - 2014

Homens e Mulheres na Matemática: entre saberes e prêmios

Segundo o Professor João Batista Nascimento:

Joaquim Gomes de Souza, “O Souzinha” (1829-1864), e Marília Chaves Peixoto (1921 - 1961), pela contribuição científica de seus estudos sobre sistemas dinâmicos, foram os pais da Medalha Fields Brasileira, criada em 1936 e considerada o “Nobel da Matemática”.

O maranhense Joaquim Gomes de Souza, aos 19 anos,  foi o primeiro brasileiro a obter o título de Doutor em Ciências Físicas e Matemáticas, com tese defendida na Escola Real Militar sobre o “Modo de Indagar novos Astros sem o Auxílio das Observações Diretas".

A gaúcha Marília Chaves Peixoto desenvolveu trabalhos importantes em equações diferenciais e, em pareceria com seu esposo Maurício Peixoto, publicou nos Anais da Academia Brasileira de Ciências dois artigos: "On the inequalities y'" ? G(x,y,y',y")", em 1949, e "Structural stability in the plane with enlarged boundary conditions", em 1959. Foi a primeira brasileira eleita para Academia Brasileira de Ciência (1951).

Comparativamente a esse/essa pioneiro/a dos estudos sobre sistemas dinâmicos, o carioca Artur Ávila Cordeiro de Melo, em 2014, conquistou uma Medalha Fields. Assim também, a iraniana Maryam Mirzakhani, considerada a primeira mulher a ganhar esse prêmio.

A Medalha Fields é um prêmio atribuído, de quatro em quatro anos, a um máximo de quatro matemáticos,  pela  Internacional Mathematical Union(IMU).

Maria Laura Mouzinho Leite Lopes (1919-2013) foi uma das primeiras doutoras em   matemática do Brasil. Entre os anos 1939-1943, cursou matemática na Faculdade Nacional de Filosofia (FNFi), da Universidade do Brasil, atual UFRJ, concluindo o bacharelado e a licenciatura; e tornou-se docente da FNFi.  Em 1949, recebeu o grau de doutora em Matemática, defendendo a tese de livre-docência Espaços Projetivos – Reticulado de seus subespaços.

Paralelamente, na USP, a  professora Elza Furtado Gomide ( 1925-2013) defendeu  a tese  intitulada Sobre o Teorema de Artin-Weil, orientada pelo matemático francês Jean Delsart, então docente visitante. Ocorre que, por ser o padrão curricular da USP diferente do adotado na Universidade do Brasil, alguns estudiosos consideram ser Elza Furtado Gomide a primeira doutora em matemática do Brasil.

João Batista do Nascimento é Professor da Universidade Federal do Pará/ UFPA/ICEN/Matemática.
http://lattes.cnpq.br/5423496151598527
. E-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. / Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Fontes:
www.jornalbeiradorio.ufpa.br/novo/index.php/2011/124-edicao-93--abril/1189-novo-olhar-sobre-a-matematica
http://opirata2.blogspot.com.br/2012/05/livro-algumas-mulheres-da-historia-da.html
http://sitiodascorujas.blogspot.com.br/2013/06/mulheres-na-matematica.html