N. 19 – Belém/PA - Novembro/Dezembro - 2014

Rachel de Queiroz: una mujer maldita o una maldita mujer?

Considerando que  “as mulheres do passado tiveram uma invisibilidade irreversível e muitas mulheres no presente ainda lutam para deixar sua marca dentro da civilização, para que suas vidas e suas obras não se enquadrem no silêncio e marginalidade proscrita”, a pesquisadora do GEPEM  Lilian Adriane Ribeiro, em julho próximo, ministrará a palestra Rachel de Queiroz: una mujer maldita o una maldita mujer?, na ocasião do I Curso Internacional de VeranoMujeres Malditas, Malditas Mujeres”, a ser realizado na Universidad de Alajar- Huelva (Espanha) e   coordenado pelas doutoras Fátima Ballesteros e Mercedes Arriaga, ambas da Universidad de Sevilla.

Nesta palestra, Lilian Adriane apresenta uma biografia comentada em sequência à tese sobre a escritora brasileira Raquel de Queiroz, defendida no Programa de Doutorado Mujer, Escrituras y Comunicación, do Departamento de Literaturas Integradas da Universidad de Sevilla-Espanha. Trata também de como a escritora traduz a própria condição feminina por meio da ficção romanesca.

Lilian Adriane Ribeiro é Doctora  en Literatura Española ( Programa de Doctorado Mujer, Escrituras y Comunicación/Departamento de Literaturas Integradas de la Universidad de Sevilla-España);Pesquisadora do GEPEM /UFPA( Grupo de Estudos e Pesquisas “Eneida de Moraes” sobre Mulher e Relações de Gênero). E-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.