N. 19 – Belém/PA - Novembro/Dezembro - 2014

Seção: Autoria Feminina na História Literária do Pará

Eunice Ferreira dos Santos


Produção Literária de Mulheres Paraenses

Pesquisas sobre os percursos literários de escritoras paraenses, realizadas no âmbito do GEPEM, evidenciam a existência de um potencial acervo autoral publicado em livros e periódicos, tanto em nível local quanto nacional. Acerca dessa expressiva produção, entretanto, há escassos registros na história literária do Pará—o que, de certa forma, tem dificultado estudos sobre esse legado cultural e a circulação das obras nos espaços de formação de leitores/as, sobretudo, nas instâncias universitária e escolar.

É nesta constatação que se fundamentam a finalidade e os objetivos da seção Autoria Feminina na História Literária do Pará, pretendendo ser um espaço de divulgação, interlocução e formulação de saberes sobre a singularidade dessa escritura no contexto amazônico. Nesse sentido, em cada edição do Iaras serão incluídas referências ao perfil intelectual, à poesia e à prosa ficcional  de três escritoras, dentre as catalogadas no acervo da Casa da Escritora Paraense (CASAEPA/GEPEM)*.

Consuelo Gomes Rodrigues

É paraense e integrante da Associação Paraense de Escritores (APE), União Brasileira de Trovadores (UBTPA) e Associação de Jornalistas e Escritoras do Brasil. Participou  do júri do I Concurso de Poesia de Bragança (UFPA). Colabora em coluna de trovas e publicou poemas  nas  antologias Shogun e Crisalis. Conquistou prêmios em vários concursos literários nacionais.  Em 1988, lançou, na Academia Paraense de Letras, o livro Luzes do Meu Canto (poesia).

Deolinda Vilhena

Nasceu em Belém/PA (1959). Fixou residência no Rio de Janeiro. É jornalista e teatróloga. Como diretora de produção, atuou  em várias peças (A Mala; Agora eu conto; A Fila; Unhas e Dentes; As Is; Gatão de Estimação; Seja o que Deus quiser) com pessoas renomadas como: Maria Della Costa, Sandro Polloni, Rosamaria Murtinho, Beyla Genauer, Maria Lúcia Dahl, Thelma Reston, Thais Portinho, Cécil Thiré, Cláudia Raia, Eva Todor, Cláudia Jimenez, Françoise Forton, Jonas Bloch.  Assessorou coluna diária do jornal Última Hora e coluna semanal de Nina Chaves em O Globo. Publicou dois livros de poemas:  Pensando ter vivido o que não vivi (1980) e Brincando de ser(1990).

Dúbia da Costa Mendes

Nasceu em Óbidos/PA. É poeta e cronista. Obteve medalha de ouro da Academia de Letras e Ciências de São Lourenço(MG) e menção honrosa no V Concurso de Poesia(Brasília, 1985) e no Concurso Literário da SOPREN(1987). Em 1992, recebeu  Comenda do Mérito Literário.

Participou da coletânea “1000 Poetas Brasileiros”( Instituto Internacional de Poesia, RS),da antologia Ajebianas de Sul a Norte” e  “Valores Literários do Brasil (1988, RS). Associada ao Clube Literário de Brasília e  à Associação de Jornalistas e escritores do Brasil(AJEB-Pará). Publicou o livro de poemas “Expressões de Sentimentos”.

Eunice Ferreira dos Santos é Vice-Coordenadora do GEPEM e Doutora em Letras, área de concentração Literatura Comparada.
Para acesso ao acervo literário da CASAEPA/GEPEM, contatar: (91) 3201-8215; 3228-3924; 8158-7129,9227-8166  ou Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. ; Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. ; Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.